Gerenciamento da Qualidade de Dados

Para aplicar o assertivo gerenciamento de qualidade de dados, o primeiro grande desafio é conseguir o essencial apoio da liderança da empresa. Encontrar formas criativas, claras e objetivas para fazer isso é tarefa imprescindível no momento inicial. Como resultado, todos da liderança da empresa devem estar engajados e comprometidos com o sucessos deste programa/projeto. Segue abaixo um exemplo que retirei do artigo que me motivou a escrever este post (http://dataqualitypro.com/data-quality-pro-blog/data-quality-rules-library):

Empresa A

Empresa B

Antes de iniciar a aplicação dos princípios de qualidade de dados, um força tarefa é também essencial: Identificar quais dados/informações são críticos para o negócio da empresa. Hoje em dia, quase nenhuma empresa quer investir alto para retornos somente à longo prazo ou numa granularidade muito grande. Para conseguir o posicionamento do projeto/programa de forma a manter o essencial apoio da liderança, há a necessidade de mostrar no curto ou médio prazo ganhos significativos para a empresa. Como não conseguimos “ferver o oceano”, ao saber quais são as informações críticas para o negócio da empresa, teremos a capacidade de ser cirúrgicos nos primeiros resultados,  alavancando estes resultados a um impacto e visibilidade adequados, garantindo os recursos e comprometimento para continuidade do programa/projeto.

A forma de chegar aos resultados, sejam eles em curto ou médio prazos, não devem fugir das melhores práticas pois estas irão garantir a sustentabilidade de tudo que for feito. Exemplificando de forma prática, apesar de não ser o foco deste artigo, não se pode deixar de lado o que sabemos que dá resultado sustentável:

Gov Qualidade Dados

O ponto mais importante e acredito que seja o verdadeiro diferencial é: Como tudo isso mudará a rotina da gestão de dados da empresa como um todo?

Não é possível achar que um monte de regras no papel farão a real diferença. As melhores práticas indicam que a gestão da qualidade de dados é uma implementação que serve a empresa como um todo:

200402_038_3

Independente da solução utilizada para esta implementação, é imprescindível que o gerenciamento da qualidade dos dados seja centralizada e permita servir a arquitetura informacional/transacional garantindo a gestão corporativa.

Não há uma fórmula mágica de fazer isso mas o princípio não muda. Se há o objetivo de ser parecido com a “Empresa B”, aplicar este princípio é um pilar fundamental.